Canadá

Para a maioria das pessoas que pensa em sair de seu país de origem e viver em um lugar com alta qualidade de vida, segurança e oportunidades, o Canadá é uma das primeiras opções .



Acolhedor e com uma forte política imigratória, o país tem sido o destino mais escolhido dos imigrantes de todas as nacionalidades. Mas como é a vida no Canadá?

Números do Canadá

Em área total (incluindo as suas águas), o Canadá é o segundo maior país do mundo, sendo superado apenas pela Rússia. Em área terrestre (área total menos a área de lagos e rios), o Canadá é o quarto maior país do planeta.

Por causa de seu grande tamanho, o Canadá tem mais lagos do que qualquer outro país do mundo, contendo grande parte da água doce do planeta.

O censo canadense de 2016 registrou uma população total de 35.151.728 habitantes, um aumento de cerca de 5% em relação aos números de 2011. Ainda assim, a densidade populacional do país, de 3,5 habitantes por quilômetro quadrado, está entre as mais baixas do mundo.

Os principais impulsionadores do crescimento da população são a imigração e, em menor medida, o crescimento natural. O Canadá tem a maior taxa de imigração per capita do mundo, impulsionada pela política econômica e pelo reagrupamento familiar, e acolhe cerca de 260 mil novos residentes permanentes a cada ano.



O Canadá é uma das nações mais ricas do mundo, com um elevado rendimento per capita.

Segurança

Um dos pontos que mais me causaram espanto foi o fato de não haver portões ou grades nas casas. A porta da sala dá direto para a calçada, e ninguém se preocupa se esquecer de trancá-la.

Os bancos não possuem porta giratória e nem seguranças armados, e funcionam em horário comercial, inclusive aos finais de semana. O mais espantoso é que os caixas eletrônicos ficam nas calçadas! (Conseguem imaginar isso no Brasil? Eu não.)

Claro que não é um lugar 100% seguro, pois onde há ser humano, há riscos. Mas as taxas de criminalidade são extremamente baixas e vemos isso no dia a dia; as pessoas andam nas ruas a qualquer hora do dia ou da noite, sem medo.

Transporte

O transporte público é eficaz e muitas pessoas não têm carro porque não querem. O uso da bicicleta como meio de transporte, além de diversão, é fortemente incentivado, com faixas exclusivas para ciclistas, locais para guardar e até espaço especial nos ônibus.

Um dia fiquei parada observando os pedestres atravessando um cruzamento. Era bem cedo, nenhum carro nas ruas, e as pessoas esperando o semáforo abrir. Ninguém nem pisou fora da calçada com o semáforo fechado. Passei a reparar nisso e, realmente, os motoristas e pedestres respeitam a sinalização de trânsito.

Qualidade de Vida

Vivendo por um ano e meio no Canadá, conheci muita gente, entre canadenses e imigrantes de diversos países. Constatei que qualquer trabalhador, mesmo com salário mínimo, consegue pagar por todas as suas necessidades básicas, sem sufoco.

Não existe favela, todo trabalhador têm uma casa digna. Há moradores de rua, em proporção infinitamente inferior à que vemos no Brasil, mas existem pessoas que, principalmente por causa do vício com as drogas, optam pelas ruas.

Com uma infraestrutura capaz de suprir as necessidades dos habitantes, todas as casas e comércios têm aquecimento; ninguém passa frio no temido inverno canadense, como pessoas de fora pensam.

Nunca utilizei, mas sempre ouvi muitos elogios aos hospitais e, principalmente, às escolas públicas.

Andando diariamente pelas ruas, inclusive nas áreas centrais das cidades (chamadas downtown), quase não vemos lixo nas ruas, a limpeza é constante e a população respeita. Claro que existem os menos educados que jogam copos de café do Tim Hortons ou Starbucks nas ruas ou transporte público, mas a limpeza é constante, então não acumula e não incomoda a população.

Para manter a ordem e a segurança, bebida alcoólica é proibida em locais públicos. O consumo é permitido apenas em estabelecimentos privados autorizados, com restrição de idade e quantidade por pessoa. A venda de garrafas fechadas só é permitida em lojas do ramo e nunca para menores de idade.

Turismo

Muitas cidades canadenses são turísticas, com uma invejável quantidade de visitantes anuais, e portanto, oferecem uma gama de opções de lazer, como aquários, museus, zoológicos, praias e outros.

O destaque é por ser um dos países com mais parques públicos do mundo. Eles são gratuitos e muito bem conservados. Nas cidades em que morei, se destacam o High Park, em Toronto, e o Stanley Park, em Vancouver.

Toronto

Nathan Philips Square – Um dos pontos turísticos mais famosos de Toronto.

 

Joffre Lakes Park

Joffre Lakes Park em British Columbia

 

Como não gostar de viver em um lugar assim? A gente acostuma fácil e não quer mais sair.

 

[]
1 Step 1

Newsletter

Receba as notícias do mundo em seu e-mail.

Nomeyour full name
Previous
Next